índice de lucratividade

Assim como nos demais segmentos do mercado, o índice de lucratividade é um importante indicador para a gestão de empreendimentos do atacado distribuidor.
Ele favorece, por exemplo, a análise dos retornos sobre investimentos e serve como métrica de mensuração para tomadas de decisões estratégicas.

Continue lendo para entender como é possível calcular o índice de lucratividade na sua empresa — e por que isso é tão importante hoje em dia.

Confira também as nossas dicas em vídeo:

O que é índice de lucratividade?

Em linhas gerais, o índice de lucratividade é uma técnica de avaliação aplicada a potenciais desembolsos de capital. A técnica divide a entrada de capital projetada pela saída de capital projetada para determinar a lucratividade de um processo, de um projeto, de um departamento ou do empreendimento como um todo.

A principal característica do uso do índice de rentabilidade é que a técnica desconsidera o tamanho do projeto. Portanto, projetos com entradas de caixa maiores podem resultar em cálculos de índice de rentabilidade mais baixos, porque sua margem de lucro pode não ser tão alta.

Na prática, trata-se de uma ferramenta para medir a lucratividade comparando os fluxos de caixa criados com os investimentos de capital necessários, além de ser uma das ferramentas mais usadas para avaliar investimentos.

Também é comum encontramos empreendedores que o chamam simplesmente de custo/benefício ou de ‘racionamento de capital’.

Índice de lucratividade é a mesma coisa que índice de rentabilidade?

Há quem confunda lucratividade com rentabilidade, o que é um problema bem sério. Por mais que esses dois indicadores sejam medidas quantitativas obtidas com cálculos simples (como você vai ver a seguir), eles não são a mesma coisa.

Como os próprios termos sugerem, o índice de lucratividade é calculado a partir da receita advinda das vendas, menos as deduções, as despesas e os custos.

Já o índice de rentabilidade está bastante ligado aos retornos sobre os investimentos. Ele é uma medida que não se baseia simplesmente nos lucros imediatos.

Portanto, sempre que os gestores quiserem avaliar a capacidade do empreendimento para sobreviver em seu segmento, devem calcular o índice de rentabilidade.

Quer saber como aumentar suas vendas? Confira nosso artigo sobre o assunto!

Por que é importante acompanhar o índice de lucratividade no atacado distribuidor?

Acompanhar a lucratividade é fundamental para compreender como andam as vendas e os retornos que elas trazem ao negócio. É por meio do índice de lucratividade que gestores e empreendedores podem entender, por exemplo, qual é o risco dos seus investimentos.

De uma maneira mais prática e operacional, calcular e acompanhar o índice de lucratividade também é bastante útil para verificar se os custos totais estão dentro do projetado/esperado.

Não é incomum que os gestores do mercado de atacado distribuidor verifiquem que têm um faturamento mensal elevado, mas que, no final, não possuem capital disponível.

Também não é comum que negócios desse segmento dependam de um faturamento muito alto para que a lucratividade seja constatada. Isso é um sinal de que o risco do negócio é alto, afinal, se houver uma queda nas vendas por um motivo qualquer, os lucros vão despencar rapidamente.

Assim, podemos resumir as vantagens de acompanhar o índice de lucratividade nos seguintes tópicos:

  • Avaliar com precisão todos os fluxos de caixa;
  • Mostra se um investimento aumenta o valor da empresa;
  • Avaliar vários projetos;
  • Compara os valores de tempo dos fluxos de caixa;
  • Usar custo de capital como uma comparação para projetos específicos;
  • Saber com exatidão se o negócio está dando o lucro planejado/esperado.

Como calcular o índice de lucratividade no atacado distribuidor?

Assim como nos demais segmentos do mercado, o cálculo do índice de lucratividade no atacado distribuidor é feito com uma equação relativamente simples.

Primeiro, é preciso que os gestores saibam os valores do lucro e da receita bruta do empreendimento. Em seguida, basta usar essa fórmula:

LUCRATIVIDADE = (LUCRO LÍQUIDO / RECEITA BRUTA) x 100

Logicamente, é muito importante não perder de vista que o lucro é sempre o valor restante do faturamento depois que são deduzidos impostos, despesas (diretas e indiretas), custos e todos os compromissos tributários.

Que tal, como o índice de lucratividade tem sido acompanhado no seu empreendimento atacado distribuidor? Gostou da reflexão que trouxemos? Deixe seu comentário e até a próxima.