,

Como otimizar o espaço no caminhão para a distribuição de produtos?

Otimização do espaço no caminhão para distribuição de produtos

Otimizar o espaço no caminhão fazendo a distribuição de produtos, entre outros cuidados, é um desafio para os profissionais de logística.

Sem tempo de ler agora? Experimente ouvir o artigo, é só clicar no player abaixo.

Isso porque é importante ganhar espaço e, ao mesmo tempo, cuidar para que não haja avarias.

Com o dia a dia corrido, muitas vezes, os profissionais envolvidos no processo acabam pecando devido às pressões para agilização na preparação das cargas – e isso precisa ser revisto na maioria das empresas. Afinal, tanto a lucratividade do negócio quanto a competitividade no mercado precisam ser equilibradas.

É sobre isso que vamos refletir ao longo deste artigo. Você vai ver, a seguir, uma série de dicas para vencer esse desafio. Confira!

O espaço no caminhão e a distribuição de produtos

Explorar ao máximo o espaço disponível no caminhão faz toda a diferença na hora de pensar na distribuição dos produtos. Afinal, os altos custos de transporte estão entre os principais entraves da lucratividade das empresas. Segundo a Fundação Cabral, o custo de transporte corresponde entre 55% e 60% do custo logístico.

Cargas de peso diferente normalmente têm custos de frete praticamente idênticos. Isso acontece, pois a grande maioria dos itens transportados, bem como a capacidade em termos de peso, não influencia nos valores pagos às distribuidoras e transportadoras. O mesmo não acontece com o espaço. O que mais pesa na composição do custo de transporte é o Km rodado, com o combustível correspondendo a 15% do total do custo.

Por exemplo, um caminhão com capacidade de 10 toneladas pode transportar esse peso em chumbo ou em soja. O volume de mercadoria, nestes dois casos, é totalmente diferente.

Confira também as nossas dicas em vídeo:

3 dicas para otimizar o espaço no caminhão para a distribuição de produtos

Com isso em mente, vamos, agora, a algumas dicas práticas que podem lhe ajudar a otimizar o espaço no caminhão para obter melhores resultados na distribuição de produtos:

1. Agenciamento de cargas

Atualmente, é comum que empresas que possuem caminhões próprios passem a utilizar frotas terceirizadas ou transportadoras.

Uma das práticas utilizadas para vencer este desafio é contratar um serviço de agenciamento de cargas. Ele é realizado por uma empresa de intermediação responsável por desenvolver soluções de acordo com as rotinas já existentes, ou elaborar novas rotinas para otimizar o processo de gestão de cargas.

Obviamente, cabe à empresa repassar ao agenciador de carga todas as informações possíveis sobre a mercadoria que será transportada, distribuída ou armazenada.

É importante que o agenciador também seja notificado da necessidade de otimizar espaço no caminhão. Assim, ele trabalhará neste sentido e ficará mais fácil atingir este objetivo.

2. Cálculos de cubagem

Calcular a cubagem da carga também pode ajudar a melhorar a distribuição de produtos para otimizar espaços no caminhão.

A cubagem, como o próprio nome sugere, é a relação entre volume e peso, que verifica a distribuição do peso da carga em função do volume existente para acomodação da caçamba ou baú de um caminhão.

Com esse cálculo, evita-se carregar peso demais em um volume muito pequeno, o que ajuda a aproveitar espaço no caminhão, por exemplo.

Basicamente, a fórmula para o cálculo da cubagem é a seguinte:

ALTURA x LARGURA x COMPRIMENTO x (UNIDADES, SE NECESSÁRIO) x 300 (FATOR DE CUBAGEM).

Porém, mesmo com a cubagem adequada, outro fator importante e que deve ser levado em consideração é a roteirização.

3. Tecnologia

Atualmente, mais e mais empresas de transporte, logística e distribuição têm aproveitado ferramentas tecnológicas para dimensionar e organizar a distribuição de produtos, visando à otimização do espaço nos caminhões.

Com um sistema roteirizador, por exemplo, é possível dimensionar as cargas de maneira visual, ou seja, planejar previamente, antes mesmo de começar a acomodar as mercadorias dentro do caminhão.

Normalmente, empresas que trabalham com grande rede de distribuição utilizam cerca de 40% do caminhão para entregar em apenas um cliente, como um grande varejista. Ao utilizar um software roteirizador, é possível escolher que este cliente seja o primeiro a ser atendido, o que ajuda no manuseio e, também, na otimização do espaço no caminhão.

Em suma, este tipo de software calcula a rota de entrega dos pedidos e, de forma algorítmica, a posição que as caixas devem ficar, o que agiliza a produtividade da equipe e garante eficiência no processo.

O que você achou das nossas dicas para otimizar o espaço no caminhão para a distribuição de produtos? Sua empresa já conta com um software roteirizador de cargas? Deixe seu comentário!