,

Custo logístico: aprenda a controlar e reduzi-lo de uma vez por todas!

custo logístico

O controle deficiente do custo logístico pode resultar em fortes impactos para a empresa. Segundo uma pesquisa da Fundação Dom Cabral, esses custos representaram 12,37% dos gastos das empresas em 2017.

É por isso que otimizar a eficiência operacional e reduzir esses gastos é tão importante. Na verdade, eles devem estar entre as prioridades de qualquer empresa que faça muitos envios e deseja permanecer financeiramente viável.

Devido às altas demandas dos clientes e a um clima de negócios global flutuante, as empresas precisam confiar em práticas inteligentes de gerenciamento do custo logístico. A implementação dessas práticas ajudará a manter os serviços no nível desejado e os gastos baixos, independentemente das circunstâncias. Para te ajudar, no post de hoje, nós mostramos quais são elas! Acompanhe.

Entendendo o processo da cadeia de suprimentos

Por definição, o processo de logística e cadeia de suprimentos envolve a movimentação de mercadorias do fabricante para o cliente — ou da matéria-prima para o produto final.

Mais especificamente, uma cadeia de suprimentos se refere a um complexo sistema de atividades, processos, recursos e organizações, que lida com o fluxo de bens e serviços de fornecedores para consumidores.

Logística é o fluxo de bens e serviços entre os pontos intermediários da cadeia de suprimentos em termos de transporte e armazenamento. Mas, então, o que constituí o custo logístico?

 

O que constitui o custo logístico

Embora o entendimento dos custos de logística seja diferente entre as empresas, eles, geralmente, incluem custos de transporte, mão de obra, armazenamento e administração. O controle de estoques também contribui para a maior parte dessas despesas.

Naturalmente, os custos de logística dependem, em grande parte, da natureza dos bens. O processo é bem diferente para os perecíveis e imperecíveis.

Quando se trata de gerenciamento de custos de logística, é importante lembrar que o desempenho eficiente e a entrega pontual são tão vitais quanto reduzir os custos. Você não deve sacrificar o primeiro por causa do último. Em suma, é preciso considerar tanto o custo quanto o desempenho, e equilibrá-los entre si.

Como reduzir os custos de logística

Gerenciar logística e custos da cadeia de suprimentos é particularmente importante, porque esses são responsáveis ​​por 5% a 20% do custo total do produto, que inclui o preço de compra, frete, combustível, seguro, armazenagem e outros. Mas como fazê-lo?

Abaixo, listamos as principais dicas:

1- Usando uma plataforma única e integrada

As operações da cadeia de suprimentos devem sempre ser integradas em uma única plataforma, acessível a todas as partes envolvidas.

Dessa forma, você evita a duplicação de atividades nas operações, que consome tempo, prejudica sua eficiência e deixa margem para erros.

Manter a visibilidade de sua cadeia de suprimentos e do custo logístico também pode melhorar o planejamento e o controle de despesas por meio de um melhor gerenciamento de seu estoque de segurança.

Ou seja, para reduzir o risco de déficits de produto, os gerentes de logística mantêm certo nível de estoque extra. É uma maneira de combater as incertezas no processo de oferta e demanda e garantir os níveis de serviço adequados.

Embora não exista uma maneira de prever ou impedir interrupções no processo de logística, a visibilidade adequada do custo logístico pode fornecer aos gerentes um entendimento desses problemas.

Usar painéis de controle em tempo real, que atualizam dados automaticamente, fornece aos gerentes da cadeia de suprimentos as informações mais atuais e relevantes.

Dessa forma, eles podem reagir rapidamente e encontrar rotas alternativas de fornecimento ou distribuição, se necessário. Isso também reduz a necessidade de grandes estoques de segurança e contribui para um melhor controle de custos.

2- Uso otimizado de recursos

O uso insuficiente de ativos da empresa, como veículos, instalações ou capacidade de frota subutilizados, afeta diretamente sua receita. Ao otimizar a utilização de seus ativos, você pode melhorar – e muito – a eficiência de seus negócios.

Isso pode ser feito por meio do rearranjo dos cronogramas de entrega, a fim de manter toda a frota de veículos ativa durante todo o dia, em oposição ao pico de uso de toda a frota pela manhã e à ociosidade no resto do dia.

Além disso, empresas que experimentam altos picos de negócios em épocas específicas do ano podem alugar espaço adicional no depósito quando necessário. Não há necessidade de ter um enorme depósito que permaneça subutilizado durante a maior parte do tempo.

3- Planejamento oportuno

O planejamento oportuno de operações, como cronograma de produção, rotas de embarque e tempo de trânsito (da coleta até a entrega), é imperativo. Opções e decisões precipitadas e de última hora, provavelmente, resultarão em atrasos e prazos perdidos, refletindo negativamente tanto na imagem quanto nas finanças da empresa.

A logística desempenha um papel essencial na gestão do atacado distribuidor. Por meio do planejamento de controle e execução, você pode otimizar os processos dessa área, reduzir seus custos e aumentar a lucratividade.

Agora que você já sabe a importância e como controlar seu custo logístico, faça o download gratuito do nosso Kit Logística de Distribuição e receba tudo que precisa para tornar sua logística eficiente! Até a próxima.