, ,

Atacado online: 5 estratégias para aumentar as vendas

atacado online

O atacado online vem ganhando cada vez mais espaço no mercado.

Se olharmos para as estatísticas globais de vendas virtuais B2B (de empresas para empresas), vemos isso claramente:  57% dos compradores preferem usar a web em suas negociações, segundo um estudo da CEB Now Gartner.

Sobre isso, vamos refletir neste artigo. Acompanhe para ver dicas de marketing e potencializar resultados no atacado online!

1. Atacado online também requer ações de marketing de conteúdo

O Marketing de Conteúdo revolucionou a forma como as empresas atraem seus públicos de interesse, se relacionam e vendem para eles. Filho da internet, ele reduziu custos e deu às organizações a chance de conduzir suas próprias narrativas. Agora, elas não precisam mais investir grandes quantidades de dinheiro para comprar espaços na mídia tradicional (TV, rádio, impressos em geral); podem produzir artigos, vídeos, áudios e usar seus próprios canais para isso.

No atacado online, o conteúdo pode ser muito útil para responder às principais perguntas dos compradores, conduzi-los pela jornada de compra e acelerar o fechamento de negócios.

Para colocar uma estratégia de marketing de conteúdo online, os atacadistas que atuam na internet só precisam ter um site, um blog e uma boa atuação nas redes sociais, e podem fazer isso com uma equipe enxuta – muitas vezes, um social estrategista, um redator e um social manager são suficientes. Também é possível contratar uma agência especializada e terceirizar o processo.

2. A loja virtual deve estar otimizada para dispositivos móveis

As vendas via dispositivos móveis já representam 48% do volume total de transações no e-commerce, de acordo com a Criteo. Ou seja, é fundamental que o atacado online conte com uma loja virtual que seja responsiva — que esteja adaptada para todas as telas, ou até um aplicativo mobile.

Se pensarmos que os decisores das organizações, agora, trabalham em qualquer lugar, horário e por meio de tablet, smartphone etc., já não é mais possível ter um ambiente virtual de vendas que seja bom somente para os computadores pessoais e os notebooks.

A boa notícia é que não é caro criar um portal responsivo. Os templates são bastante populares, e bem avaliados pelo Google, o que significa que é mais fácil otimizar páginas para aparecerem entre os primeiros resultados.

3. Campanhas de e-mail marketing nutrem leads e geram mais vendas

Produzir conteúdo relevante e ter um site responsivo são a base das vendas online. Para manter a marca na mente dos consumidores — é bom lembrar que os compradores estão há um clique de um verdadeiro mar de informações na internet — é importante ter uma estratégia de e-mail marketing.

Campanhas de e-mail marketing são fáceis de colocar no ar. Por meio de ferramentas que realizam disparos e mensuram resultados (de cliques, de conversões etc.), é possível manter os leads “nutridos”, ou seja, sempre em contato e recebendo o conteúdo e as ofertas.

4. A criação de ofertas exclusivas para o digital ajuda a vender itens com pouca saída

Pensando nas ações de vendas do atacado online, é interessante montar ofertas exclusivas para o digital.

Como na internet os produtos se vendem praticamente sozinhos, os custos operacionais são reduzidos — não é preciso que os vendedores façam contatos telefônicos ou visitem os clientes, por exemplo.

Assim, criar ofertas exclusivas de itens que não saem tanto pode ser uma forma de liquidar estoques, fazer a clientela conhecer novas ofertas, entre outras ações.

5. Apostar na experiência do cliente ajuda a fidelizá-lo

Tudo o que vimos até aqui só faz sentido se o atacadista online tem a experiência do cliente em alta conta. Ela é, em termos simples, a relação que os clientes têm com as compras no ambiente digital.

Como as vendas online são “frias”, é importante investir em um conteúdo agradável e na identidade visual da loja virtual. Também é fundamental ofertar recursos de contato (chat ao vivo, apps de mensagens instantâneas etc.) para que os compradores sintam que não estão meramente interagindo com máquinas.

A usabilidade dos meios digitais também é muito importante nesse esforço de criar a melhor experiência do cliente. É fundamental que os compradores não precisem ficar “adivinhando” quais são os passos que devem dar dentro da plataforma para realizar suas compras.

O que você tem feito para aumentar as vendas no atacado online? Gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário e até a próxima.